terça-feira, 29 de outubro de 2013

Onde estão os apartamentos minimalistas?

Eu e meu namorado estamos procurando um apartamento para alugar que seja condizente com nosso estilo de vida minimalista, mas é tão difícil de achar!

A maioria dos apartamentos é grande demais para nós dois e não queremos pagar por espaço que não vamos usar. São apartamentos para famílias com filhos, tendo 3 ou 4 quartos, o que não é o nosso caso. A gente também não precisa de quarto de empregada.

Quando achamos algum pequeno, é um prédio cheio de coisas - espaço gourmet, piscina, porteiro, elevador, salão de festas - o que faz com que o condomínio seja caro. Novamente, algo que não queremos e nem podemos pagar.

Além dessas exigências, a gente precisa de um lugar que seja bem servido de transporte público, porque não queremos ter carro, e que seja perto dos nossos trabalhos, para não perdermos muito tempo no trânsito.

Vou contar para vocês que está bem complicado de achar, mas não perderemos as esperanças. Continuaremos procurando. Desejem-me sorte.

23 comentários:

  1. Fernanda,
    Ditto! Achar um apartamento minimalista é o 13o. trabalho de Hércules... e sugiro ter muito, muito cuidado com esses imóveis novos, pequenos e cheios de espaço gourmet, espaço kids, espaço isso e aquilo... no verão (ou feriados) viram "colônias de férias"... aqui no Rio de Janeiro tem condôminos que promovem festas PAGAS usando o espaço do condomínio para isso - "porque o bom é levar vantagem em tudo, certo?" (não sei se sua mãe lembra o que ficou conhecido como "Lei de Gérson"). Ou seja, aquele seu vizinho boa praça e simpatiquinho, como todo 171, que mora no apartamento em frente ou do lado ou em cima, passa a promover aniversários, churrascos, festas temáticas às suas custas e dos outros moradores. Cada festa festa dessa consome um horror de luz (do condomínio), gás (do condomínio), água (do condomínio), além de deixarem o edifício ficar parecendo uma zona de guerra. No final, o prejuízo é rateado pelos "otários" não convidados. Peço desculpas se o post ficou meio furioso, é que eu também estou procurando apartamento e até agora consegui fugir dessas "furadas", mas até quando? Não sei se vc mora aqui no RJ, mas a especulação está beirando os limites dos crimes hediondos, com um "muquifo" para pombos em Copacabana, por exemplo, de míseros 40/50m2, custando até 800 mil.
    Boa sorte e fique esperta (mais)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Credo! Que horror esse preço! Já ouvi falar que a situação no Rio está complicada mesmo, mas BH também não fugiu muito dessa especulação absurda não. Apartamento de um milhão aqui é coisa normal. É um dos principais motivos de eu não comprar um apartamento agora. Estou procurando para alugar. E você tem razão em se preocupar com essa questão dos vizinhos. Eu tenho um pouco de receio disso também. Mas o principal motivo de eu não querer essa estrutura toda é que eu não quero pagar por isso. Então, na verdade, tem mais de uma vantagem. Muito obrigada!

      Excluir
  2. Fernanda,
    Sorry,
    Depois que postei, fui olhar o "quem somos" e vi que vc mora em BH. Melhor sorte que a minha, talvez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que aqui é um pouco mais barato do que aí mesmo, mas também está acima do razoável e o setor de imóveis também está passando por uma especulação horrorosa. Eu acho que a tendência é isso mudar, então vou esperar para comprar um apartamento.

      Excluir
  3. Oi Fernanda,

    Essa questão do preço do condomínio é relativa. Eu moro em um edifício grande, com infra, que tem mais de 100 apartamentos, e o condomínio é baixo por essa razão. Nesse prédio eu pago menos do que pagava no prédio anterior que não tinha nada, e o apto tem o dobro do tamanho. O que encarece muito o valor do condomínio é a portaria 24h. Eu acho que vale a pena, porque nós compramos muito pela internet e não teria como fazer isso se morasse em um prédio que não tivesse quem recebesse. Bem ou mal, eu também me sinto mais segura quando chego e tem alguém na portaria. No outro prédio eu sempre ficava tensa quando entrava na garagem de carro. Outra coisa que encaresse o condomínio é a inadimplência, porque os que pagam acabam financiando os devedores. Eles acabam pagando, por bem ou por mal (quando o apto é leiloado), mas o dinheiro não reverte para quem pagou, normalmente é usado para benfeitorias.

    A infra do meu prédio não é muito usada, o parquinho está sempre vazio e tem semanas que o salão nem é usado. Tem lavanderia e uma piscininha, que é mais uma banheira grande. Eu vejo o salão do meu apto, e quando tem música alta eu escuto da sala, mas não é muito frequente. Apesar disso, nas atas das reuniões de condomínio sempre tem gente reclamando das festas. Então não sei se é mais uma questão do limite de tolerância de cada um.

    Eu não comprei o apto por causa da infra, mas por causa da localização, mas hoje acho útil ter portaria, salão de festas e parquinho.

    Boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Daniela!

      Portaria 24h encarece mesmo. É o caso do apartamento onde moro hoje com minha mãe. O condomínio é um absurdo. Lá também tem salão de festas, e também não me incomoda muito não. Sou bem tolerante. Na casa do meu namorado não tem salão e a barulheira do prédio em frente é maior do que na minha casa.

      Eu não acho ruim ter essas coisas todas não. O problema é que todos os que eu olhei até hoje que tinham isso tudo tinham condomínios caros. Não dei sorte de topar com um como o seu. Mas quem sabe.... Seria ótimo.

      Eu também valorizo muito localização. Não cogito morar em lugar de difícil acesso. Abro mão de diversas outras coisas por isso.

      Obrigada ;)

      Excluir
  4. Bom, aqui em Goiânia a especulação imobiliária tb está a todo vapor, por isso não tive coragem de trocar de apartamento. O lugar que moro é ótimo (centralizado), o apartamento tem um tamanho médio (70m2), mas queria um c/ + um quarto porque penso em ter outro filho. E aí ficaria bem difícil um apartamento de 2 quartos para esse tanto de gente.
    Onde moro não tem parquinho, nem salão, nada dessas coisas. É uma construção antiga e mora mais idosos. hahahah Acho bom porque quase não tem barulho, o condomínio é baixo e o lugar é ótimo.
    Uma pena mesmo não ter um quarto a mais.

    Boa sorte na sua procura. Realmente é um saco ficar procurando imóvel bem localizado e com condomínio baixo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um saco mesmo. Tomara que os preços de imóveis fiquem mais razoáveis em um futuro próximo para a gente conseguir o que estamos buscando :)

      Excluir
  5. Fernanda, como não sei em que bairro ou região vocês estão procurando, fica difícil falar. Pessoalmente, tenho pouquíssima experiência como moradora de apartamentos. Na minha vida adulta a experiência se reduz a zero. Mas eu tenho muitos amigos que moram em apartamentos em predios antigos. Costumam ser maiores, mas o condomínio frequentemente é mais baixo justamente por não terem um monte de coisas. Alguns não têm elevador, só escadas, o que eu acho ok, mas muita gente não gosta. Além disso, por terem menos espaço de lazer e muitas vezes nem terem salão de festas, costumam ser mais tranquilos. Eu procuraria algo desse tipo, mesmo que isso significasse ter de conviver com o fatídico quartinho de empregada. Não entendo porque continuam construindo apartamentos novos com quarto de empregada, sério mesmo! Bjo e boa sorte pra vcs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Marina! A gente está procurando em alguns bairros diferentes, como Serra por exemplo. Esses apartamentos antigos geralmente são grandes, com muitos quartos, aí o condomínio é barato, mas o aluguel é caro. Tá difícil, mas não vou perder as esperanças. Hehe... Obrigadinha! Beijo!

      Excluir
  6. Oi Fernanda, leio o blog há algum tempo e é muito bom. Quando eu estava olhando apartamento vi um prédio na rua anhanguera com pouso alegre, no horto. É um prédio novo e os aps tinham cerca de 50m2. E fica a 1 quarteirao da silviano brandao, que tem "duzentas" linhas de onibus passando. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha! Seria ótimo para mim! Vou procurar saber se ainda estão disponíveis! Muuuuito obrigada! Abraço!

      Excluir
  7. Pois é Fernanda, também passei por isso. Vou sair de uma apartamento perfeito, de 58m2 e um quarto no interior de Minas e mudar para o Rio, onde o aluguel de um conjugado de 30 m2 em Copacabana, em prédio antigo e sem qualquer facilidade exceto a portaria, custa cerca de 2 mil reais (nem sei do valor do condomínio). Acabei optando por um na ZN, perto do trabalho, com uma superestrutura e melhor relação custo/benefício em relação à ZS. Só que ele tem uma suíte e dois quartos... para uma pessoa... Justamente o contrário do que a minha cabeça, cada vez mais minimalista, desejaria.
    Isso sem contar que, somando aluguel e condomínio, é um aumento de mais de 300% no meu gasto atual com moradia (mantendo o mesmo salário). No Rio praticamente não existem prédios como esse onde moro agora e você parece estar procurando. Se tiverem 50 m2 disponíveis, apartamentos de dois quartos são construídos... O mercado imobiliário está insano.

    Boa sorte para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Morar perto do trabalho é fundamental! Fico feliz por você! Uma pena o excesso de espaço, mas pagar menos faz valer a pena. O mercado imobiliário ainda não entendeu as configurações das novas "famílias", com menos ou nenhum filho, e também não percebeu o número crescente de gente morando sozinha. Um saco isso.

      Obrigada ;)

      Excluir
  8. Olha só, em relação a espaços não sou muito minimalista não. Moramos eu e o marido num ap antigo de 3 quartos e 100 m2 de frente pra uma área verde. E eu amo! Tem muito espaço pra nossos hobbies, paredes grossas (privacidade sempre é bom..rsrs) e uma cozinha gostosa pra eu fazer meus jantares. E nem dá trabalho pra limpar, é só não ter um monte de tralha em casa.
    Pra mim, tudo tem relação com escolhas. E eu escolhi morar a 700 metros do trabalho, num prédio antigo e de apartamentos maiores. Pq a meu ver, apartamento pequeno não é sinônimo de qualidade de vida não. Muitas vezes um espaço menor tira a vontade de curtir coisas em casa, vc não tem espaço pra um cantinho só seu (no caso de morar com alguém) Me sentiria confinada!
    O que pega pra mim são esses tais de clubes pra morar, DETESTO! Aquele monte de clube gourmet e piscinas apoteóticas só servem pra disfarçar a realidade de vc vai ter 4.000 vizinhos, e morar numa caixa de fósforos.
    Tenta achar um prédio q fique perto do teu trabalho e tenha um preço acessível. Só isso vai te proporcionar uma praticidade e tranquilidade incrível!
    Boa sorte =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que estou buscando, Fer. Algo perto do trabalho e com preço acessível. Mas eu não sinto falta de espaço. Isso aí é do meu perfil mesmo, e entendo que o seu é diferente. Hehe... Eu gosto de hobbies fora de casa: correr na rua, jogar tênis, tomar sorvete na pracinha... Em casa, curto ler, ver TV e conversar, o que não requer lá muito espaço.
      Muito obrigada :)

      Excluir
  9. A especulação está algo desanimador. Eu também estou tentando comprar apartamento já há algum tempo, mas quando começo a procurar, bate aquele desânimo de ser tudo caro demais e com estas milhões de opções que encarecem absurdamente o condomínio, quase se tornando um novo aluguel. O jeito é ir procurando. Boa sorte.

    www.umdiasereichef.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Cecilia!
      Acabei de ver o blog que você indicou. Eu não sou muito de cozinha, mas até me animei a experimentar as receitas. Hehe... Obrigada ;)

      Excluir
  10. Olá Fernanda! Pelo que tenho acompanhado no mercado imobiliário, parece que os preços deram uma leve queda, talvez pela previsão da bolha imobiliária que o nobel de economia fez em relação ao Brasil. Aqui em São Paulo, percebi esta queda nos bairros intermediários. Pesquiso sempre para comprar, mas tenho a mesma posição que vc, esperar a queda dos preços! Olha, para compra fico um pouco cabreira quanto a apartamentos antigos, pelas manutenções, poucos moradores (elevado condomínio) e possível desvalorização do imóvel pelo fato de não ter algumas opções de lazer. Sei que no seu caso a procura é para alugar, mas e se vc fosse comprar, compraria um antigo? Eu adoro os antigos, porém me preocupo com estas questões. Obrigada. Beijo. Adoro o blog! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você curte o blog. Muito obrigada! Eu tenho percebido uma singela diminuição nos preços também, mas quero esperar mais. Sobre a idade dos apartamentos, eu penso em algo por volta de 15 anos. Nem muito velho, nem muito novo. Os apartamentos muito novos são menores e mais caros, mas não quero algo que dê muito trabalho também, por isso pensei em um meio termo. Hehe... Beijo!

      Excluir