segunda-feira, 15 de abril de 2013

Aprendendo a definir prioridades

No decorrer da vida, a gente tem que fazer escolhas a todo momento. Isso porque tempo, espaço, dinheiro e outros recursos são limitados, como disse aqui. Vou falar aqui do tempo. Como o nosso dia tem apenas 24 horas, e nisso não dá para mexer, a gente tem que escolher o que quer fazer com essas horas, e aí entra a definição de prioridades.

Eu tenho os dias bem preenchidos. Acordo e vou para o trabalho. Depois vem o esporte (tênis e corrida, em dias alternados). Chegando em casa, socializo um pouco com o pessoal, como e arrumo minhas coisas,  depois vejo meu seriado da vez, leio o livro da vez e durmo. Pronto! Resolvo coisas na hora do almoço ou no fim de semana.

Mas volta e meia aparece uma coisa pra fazer no meio da semana: uma comemoração de aniversário, um encontro com um amigo vindo de outra cidade ou um problema para resolver. E, ao invés de aceitar que o tempo é limitado e deixar de fazer alguma das atividades da minha rotina, eu tento fazer tudo.

Essa cultura da eficiência máxima faz isso com a gente. Começamos a pensar que, se não conseguirmos fazer tudo no tempo que temos, é falha nossa. Aí vem stress, pressa, irritação com o trânsito, e uma tendência a fazer um tanto de coisas sem aproveitar e se dedicar a nenhuma delas direito.

Pensando aqui, acho que não vale a pena. É preciso escolher o que é prioridade naquele momento e desapegar do que não deu para fazer. Se der para fazer outro dia, ótimo. Se não, paciência. Assim, a gente evita se cobrar desnecessariamente e se estressar, e ainda aproveita muito mais o que a gente definiu como essencial na vida.

É um exercício constante de humildade, reconhecer que a gente não dá conta de tudo. A gente tem que aprender ainda a dizer não para alguns convites, o que nem sempre é fácil. Mas até que inventem a máquina do tempo ou a clonagem, creio que é o melhor a fazer.

Post da Lud sobre um tema parecido: Tudo ao mesmo tempo agora.

5 comentários:

  1. Aqui em Brasília, na saída da Asa Norte em direção ao Eixo Monumental, tem um grafite que diz: "Não fosse amanhã que dia agitado hoje seria". bjo

    ResponderExcluir
  2. Minimalismo em graficos! http://9gag.com/gag/aVOr5nw?ref=android.s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tentei entrar no link e o post foi removido :(

      Excluir
  3. Ah q pena!! Vou procurar em outra fonte!

    ResponderExcluir