sexta-feira, 24 de abril de 2015

A casa e o tempo

Desde que saí da casa da minha mãe, estou lutando para adequar meu já pouco tempo disponível que agora tem ainda que ser dedicado à manutenção da casa. Claro que eu já ajudava a minha mãe, mas ajudar é bem diferente de ser responsável.

A casa toma tempo para arrumar, limpar, fazer pequenos reparos, pagar contas, fazer compras... Sempre tem alguma coisa pendente. Sempre fico com a sensação de que não posso relaxar porque tenho que resolver essas coisas. Ainda é algo que tenho que trabalhar porque não acredito que seja saudável ficar assim. Gera ansiedade.

Além disso, tem o tempo. Ah, o tempo. Que já é tão pouco. O restinho de tempo em que não estou trabalhando e nem dormindo, precisa ser dividido entre a casa, a diversão, a socialização, a atividade física... Devo confessar que não consegui encontrar esse equilíbrio, mas estou na busca.


28 comentários:

  1. E aos poucos, esse equilíbrio vai ser encontrado.
    Bom fim de semana!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Paula. Estou com essa esperança. Bom fim de semana para você também ;)

      Excluir
  2. É isso mesmo, sempre tem alguma coisa para limpar, fazer, arrumar, consertar. É um trabalho sem fim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem fim... E por isso mesmo eu preciso achar um jeito melhor de lidar com isso, ou vou ficar sempre ansiosa e frustrada... Dureza...

      Excluir
  3. Eu ja me via assim, ai resolvi ter um bebê...rsrsrsrsr.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É.. Só imagino como deve ser... Hehe...

      Excluir
    2. Vi-me em seu comentário. Só posso dizer uma coisa: SOCORRO!!! a sensação é que vou surtar a qualquer momento... isso porque abracei o minimalismo há alguns anos, o que ajuda, alivia, mas não soluciona todos os problemas. E, assim vamos...

      Excluir
    3. Realmente... O que estou percebendo é que não tem muito jeito mesmo. A gente tem que desapegar do perfeccionismo ou enlouquece :/

      Excluir
  4. É assim mesmo... quando você pensa que terminou... não terminou, aí começa tudo de novo. É preciso muita disciplina para conciliar o tempo. Confesso que ainda não consegui, e são treze anos.

    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não me desanima assim, Maria. Hehe... Mas parece que o jeito é saber lidar com o fato de que nunca vamos conseguir a perfeição mesmo...

      Excluir
    2. Oi Fernanda, você falou tudo... perfeição. Eu sofro por isto, sou perfeccionista, me cobro muito, em todos os sentidos. Já fui pior, fiz análise para aprender a relaxar um pouco. Creio que não seja seu caso. Agora estou aprendendo aqui com vocês.

      Abraço!

      Maria

      Excluir
    3. É meu caso também, Maria. Fiz anos de análise também e essa mania de controle foi uma das coisas que eu tratei, mas que não conseguir resolver totalmente. Vou ter que ir me controlando mesmo... Vamos lá tentar desapegar do perfeccionismo. Hehe... Abraço!

      Excluir
  5. Acho que cuidar da casa é gostoso. É seu espaço, você pode deixar do jeito que você gostar, em comum acordo com o parceiro, né? Sim são muitas coisas para manter organizado. Eu procuro fazer uma lista do que pretendo fazer na semana, a medida que outras coisas vão acontecendo, eu vou ajustando. E sabe, não vale à pena ficar ansiosa! Procuro fazer o possível, e no dia que estou bem inspirada eu aproveito e arrumo que ficou para trás. Casa perfeita e com tudo no lugar, só em foto de revista! Casa de verdade, funciona, as coisas são usadas e isso é o normal, faz parte! beijos e boa sorte no cuidado com sua casa, que tenha sempre muito amor dentro dela!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Andreia! Sim... Eu gosto sim, mas falta tempo, entende? Eu e o Roberto dividimos as tarefas todas. Se fosse só eu, ou ele só ajudasse, ia ser pior ainda. Provavelmente eu não ia dar conta... Você tem razão. Acho que o jeito é eu perceber que a casa nunca vai estar perfeitamente arrumada, pois há pessoas vivendo e fazendo suas coisas dentro dela. Hehe... Buscar pela perfeição só vai me trazer desgaste e frustração à toa. Tem toda razão. Muito obrigada pelo comentário. Beijo!

      Excluir
  6. Você já ouviu falar na FlyLady? Ela tem um método excelente para cuidar da casa. Uso há anos e garanto que funciona, além de reduzir bastante o stress. Tenho alguns posts explicando no método no maniadeorganizar.com e tem bastante material pela web, especialmente em inglês (site oficial e tal).
    Dica que ajuda muito a aliviar essa culpa gerada por relaxar enquanto (acha que) deveria estar cuidando da casa: separa um tempo (15 minutos, 30 minutos, o que parecer adequado à sua rotina) por dia para cuidar da casa. Todo santo dia, um tempo curto. Vai ter a sensação de dever cumprido, a casa vai se manter em ordem e você vai relaxar em paz.
    Serviço de casa não acaba nunca, mas não deve ser um fardo. É como escovar os dentes ou tomar banho. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Lu! Já ouvi falar sim, há algum tempo. Na época, eu não me identifiquei muito, mas vale uma outra olhada atualmente. As coisas (e a gente) mudam com o tempo. Adorei a comparação com escovar dentes e tomar banho. Faz todo sentido... Obrigadinha ;)

      Excluir
  7. Eu ainda moro com minha mãe e me sinto como você, haha! Imagina como será quando eu tiver minha casa, oh Deus, cuida de mim.
    Eu tentei utilizar o Fly Lady, mas não curti muito, comecei a ficar meio paranoica com o serviço doméstico! Só consegui adquirir o hábito de limpar o banheiro nos momentos em que estou usando-o e cuidar da pia da cozinha. Mas como dizem, não precisa ser perfeito, precisa ser feito! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, Lelii. Eu não lembro o motivo de não ter gostado do Fly Lady quando conheci. Se bobear foi pelo mesmo motivo. Vou relaxar um pouco mais... Beijo!

      Excluir
  8. Infelizmente é assim mesmo! hahaha OLha, pra mim tem funcionado assim: defini um tempo do meu dia que vou dedicar à manutenção da casa. Esse tempo é de uma hora. Nesse espaço, faço o que é possível, e vou priorizando conforme a necessidade. O básico dos básicos, que tem que fazer todo dia, me consome 30 min (arrumar a cama, eliminar bagunças visíveis, recolher o lixo, colocar roupa pra lavar, cuidar da louça). Na outra meia hora, vou fazendo o necessario, uma coisa por dia... Acabou essa uma hora? Então acabou, o resto fica para amanhã... :)
    Em tempo: tenho uma diarista uma vez por semana, e uma maquna de lavar louça - o que facilita mto as coisas). E na minha uma hora não está incluído o preparo de refeições. Todo o resto está incluído.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Máquina de lavar ajuda mesmo. Eu também dedico meia hora por dia antes de ir trabalhar, e meia hora quando chego em casa à noite. Faxina é nos fins de semana. Mas mesmo assim sempre tem algo pendente. Acho que o jeito é me acostumar mesmo. Hehe...

      Excluir
  9. Também passo por isso.Duas coisas me ajudaram: aspirador de pó e rodo mágico com desinfetante. Passo eles na casa duas vezes por semana. Louça eu lavo quando suja. Se tiver acumulada, coloco uma música e lavo rapidinho no embalo. Todo dia também dou uma geral nas coisas que etão fora do lugar. Lavo roupa geralmente nos domingos: algumas na máquina, outras tem que ser na mão. Passo roupa quando acumula muito, vou usando todas do armário até chegar neste nível. O chato é lavar banheiro, toma tempo, também escolho um dia na semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodo mágico é maravilhoso mesmo. Tinha na casa da minha mãe e ajudava demais. Obrigada pela dica. Vou comprar um. Minha rotina funciona direitinho, o complicado é que sempre tem coisa pra fazer. Mas acho que é assim mesmo, infelizmente. Hehe... Eu tenho mais é que me acostumar :/

      Excluir
  10. Estava de férias e voltar a trabalhar me fez refletir muito sobre o tempo. Eu chego em casa e tenho aproximadamente 4hs durante a semana pra fazer as coisas que preciso. Que doido isso ne? É algo que quero mudar, só preciso me organizar pra isso!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Bruna! É algo que eu tento mudar também, mas não está adiantando muito, sabe? Acho que vou ter que aceitar que não vou ter tempo livre o suficiente tão cedo :(
      Abraço!

      Excluir
  11. Oi Fê, nossa se vc soubesse como estou feliz por vc ter mudado de casa... sério mesmo eu por várias vezes pensei: queria tanto que ela fosse "dona de casa". Eu explico: gosto muito de vc e quero te ver evoluir e também evoluir junto, assim vc tem mais dicas pra passar pra gnt... Parabéns pelo empenho... Foi lendo aqui q eu fiquei mais tranquila e parei de acumular coisas e ficar igual a uma louca comprando só pra me igualar aos outros na sociedade... Vejo q vc é muito inteligente, bonita, articulada e nem por isso "tem" que andar cheia de penduricálios por ai (rsrsrs) bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, cristina! Muuuito obrigada pelo carinho e pela confiança. Fico até sem graça com tantos elogios, mas muito feliz mesmo de poder ajudar. Eu adoro compartilhar aqui as minhas dúvidas e também o que eu vou aprendendo. Que bom saber que isso faz bem não é só pra mim. Hehe... Beijão!

      Excluir