quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Como decorar sem entulhar

Umas das questões que me surgiu no início do meu minimalismo foi esta: como decorar e personalizar um espaço sem entulhá-lo de enfeites?

Por um lado, enfeites custam dinheiro e dão muito trabalho na hora da faxina - tem que tirar de onde estão, limpar o objeto, limpar o lugar, colocar de novo... Um saco... Mas, por outro lado, um ambiente sem nada fica sem graça. Tem gente que não liga para isso. Não chega a me incomodar, mas eu gosto de uma decoração mínima que seja.

Tenho buscado resolver isso juntando o útil ao agradável, literalmente. Não quero enfeites inúteis, mas eu (e todo mundo) tenho objetos e móveis com funções práticas, então por que não usá-los como decoração?


É o que eu tenho feito. Esse aí em cima é meu copo de água que uso no trabalho, e minha lata de castanhas. Ambos ficam na minha mesa de trabalho, e são a decoração que eu tenho nela.

Em casa, nossos móveis são coloridos e já deixam a sala mais alegre e personalizada. 


Além das cores, formas também podem ser um elemento visual interessante. Dá para fazer uma decoração baseada apenas em móveis,

Estou cada vez mais convencida de que uma decoração legal não precisa envolver mil enfeites, e que a minimalista não tem que ser sem graça e cor.

20 comentários:

  1. Concordo demais! Aqui em casa a decoração vem de quadros ou outras coisas na parede, que não exigem uma limpeza muito difícil (basta espanar ou aspirar), como por exemplo espelhinhos e o meu porta-chaves (que é magnético e super fofo). Lustres bonitos e modernos também são uma forma de decorar, assim como almofadas (poucas). Sei que a casa fica menos aconchegante, mas fica limpa com mais facilidade e sem poluição visual, então prefiro desse jeito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quadros é uma boa ideia, hein? Eu não tenho nenhum, só um mural de fotos no escritório. Também curto almofadas, desde que elas sejam fofinhas e úteis, e não apenas enfeite :)

      Excluir
  2. Objetos de decoração para quem tem gatos em casa é quase impossível. Agora estou trocando, novamente, os estofados dos sofás e poltronas porque estão todos desfiados, como sou eu mesma quem costuro não fica caro e dá pra variar nas cores e estampas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehe... Imagino... Que legal que você costura. É uma coisa que eu ainda quero aprender, viu?

      Excluir
  3. Definitivamente, desisti de decoração. No começo que tirei, estranhei, mas hoje gosto do visual "limpo". Eu amo decoração. Na casa dos outros. Na minha, nem pensar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha... O excesso também me incomoda, mas tenho curtido quando os objetos que eu teria de qualquer maneira além de tudo são bonitos :)

      Excluir
  4. Concordo com a colega de cima: gosto de decoração na casa alheia. :D
    E só pra chorar um pouquinho: eu tinha um copo desses, rosa de caveirinha, mas deixei cair e ele lascou na parte de baixo. :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que triste, Andrea... Eu tinha uma garrafinha, mas ela mofou dentro e eu não consigo limpar por nada neste mundo. Aí preferi comprar um copo, porque é fácil de limpar. Eu não gosto de super decorações, mas gosto de coisas bonitas, desde que não em excesso :)

      Excluir
  5. Como disse a leitora aí em cima, quem tem gatos acaba desistindo de ter decoração. Aprendi essa lição antes de aderir ao minimalismo.
    O uso das cores é realmente uma saída excelente. Suas cadeiras são lindas! Outra coisa que acho bacana são quadros (tenho pôsteres de seriados e filmes que adoro), que não ocupam espaço horizontal e a poeirinha que juntam é fácil de tirar.
    Também vale a pena investir no design de um objeto que compraríamos de todo jeito pela utilidade. Assim, além de útil, ele embeleza o ambiente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Lu! É o que eu penso também. Quadros é algo que eu não tinha pensado ainda. Curti a ideia!

      Excluir
  6. Adorei o conjunto de mesas e cadeiras.


    Nanda

    ResponderExcluir
  7. Oi Fer!
    Também não gosto de muitos cacarecos pela casa, uma coisinha e outra para dar um brilho é mais que suficiente!!!
    Lindas suas cadeiras coloridas, que dão um ar retro a sala minimalista!
    Tem concurso lá no blog... e gostaria muito de ver sua casinha linda participando e inspirando a todos!!!
    Beijão!

    "Construindo Minha Casa Clean"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Grazi! Muito obrigada pelo convite, mas eu não gosto muito participar de concursos. Hehe... Sou tímida. Beijo!

      Excluir
  8. E ficou lindo! Gostaria muito de ver sua casa! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadinha, Luana! Vou continuar colocando fotos aqui :)

      Excluir
  9. Desde que eu me mudei de casa percebi o quanto esses itens de decoração pode dar trabalho, no final das contas tinha tanta coisa que levei um tempão para empacotar tudo. Hoje em dia acho que pintar uma parede , ou um móvel com cores alegres pode fazer toda a diferença. Não quero mais comprar tanta coisa para decorar a casa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente o que eu penso também, Cassia!

      Excluir
  10. Gosto de coisas bonitas, e ao longo dos anos fui adquirindo algumas que me falaram ao coração. Mas poucas, sempre poucas. Acho que as coisas especiais precisam de espaço para mostrar sua beleza. Se forem muitas, ficam competindo entre si, e a gente acaba não notando nenhuma delas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem razão, Ana. Eu lembro que ouvi uma vez e passei a repetir sempre que, quando a gente destaca coisas demais, na verdade não está destacando nenhuma.

      Excluir