quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Os básicos da parisiense. E os da brasileira?

A Simone lembrou nos comentários de O chique simples das francesas que existe um livro chamado A parisiense que fala justamente disso. E não é que eu já tinha lido? Só não tinha pensado em falar dele aqui, porque achei uma ode ao consumo. O recado da Simone me lembrou de que mesmo assim dá pra tirar dele umas dicas práticas, como as peças que a autora chama de básicos da mulher parisiense.

La parisienne foi escrito por Inès de la Fressange (ex-modelo, garota propaganda da Chanel e estilista), uma não-parisiense que absorveu o estilo depois de morar muitos anos da cidade (e trabalhar na indústria da moda, né?) e pela jornalista Sophie Gachet.

O livro dá dicas de moda, gastronomia, decoração, viagem, tudo muito chique e muito caro. Mas dá pra pular essa parte e focar no que o minimalismo gosta: as peças básicas. A Inès sugere marcas (também chiques e caras), mas uma das muitas vantagens dos básicos é que dá para encontrá-los em várias lojas (francesas, ao menos), a vários preços.

Eles são:
- blazer masculino
- jaqueta de couro caramelo
- camiseta de alça
- calça jeans
- trenchcoat
- suéter azul-marinho
- vestido preto


O livro sugere que você use essas peças de roupas com muitas outras (o suéter azul-marinho com um jeans branco, o blazer com uma blusa de renda etc.etc.), mas acho que eles combinam muito bem entre si e que nem é preciso ter um monte de peças diferentes pra completar.

Dito isso, eu não sei até que ponto dá para adotar esses básicos no Brasil. Talvez a calça jeans, a camiseta, o vestido (não necessariamente preto) e o blazer (idem) sejam os que traduzem melhor. Não é em todo lugar que o clima permite os outros e, mesmo assim, não o ano todo. Cada região - ou cada estado - tem seu estilo e suas necessidades. E no Brasil faz muito mais sol e calor - o que é uma grande vantagem, aliás.

De qualquer forma, a ideia é legal: se você tiver uns básicos de boa qualidade no guarda roupa, não precisa de muita coisa além.

5 comentários:

  1. Oi Lud, gostei da dica. De fato essas peças são ótimas, dá para usar com tudo, e são clássicos, nunca saem de moda. E são bem elegantes. Realmente o Brasil é enorme e na parte o clima quente. Eu moro em Curitiba, a cidade mais fria do Brasil, e aí esses básicos cabem muito bem para mim. Muito legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vai ser pra você, Andreia!
      Beijos

      Excluir
  2. Ainda não li o livro mas tenho muita vontade de ler. Hoje em dia eu gosto muito da ideia de ter peças clássicas de melhor qualidade pra mesclar com outras. Assim conseguimos um guarda roupa mais versátil, porém com pouca quantidade!

    ResponderExcluir
  3. Ah, sim, pode ter certeza de que eu também pulei a parte das dicas de lojas, kkkk! Imagina se um dia, tendo dinheiro para ir a Paris, iria me enfiar em lojas e mais lojas ao invés de museus, bistrôs e lugares tão mais legais e valiosos! Minha indicação foi realmente pensando na listinha dos básicos e nas boas fotos inspiradoras de uma elegância natural e simples. =D Beijão!

    ResponderExcluir