sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Mais de um ano depois: hora de revisão

O blog fez um ano mês passado, e com ele o começo do meu processo organizado de busca do minimalismo e do desapego.

Desde então, estou sempre jogando coisas fora, doando outras, trocando algumas e tomando cuidado para não consumir sem necessidade e adquirir tralhas novas.

Eu tenho uma noção de que o meu quarto está mais organizado e com mais espaço, mas é uma sensação e não uma certeza. Sei ainda que meus gastos diminuíram muito quando eu parei de ir ao salão. Nunca fui de consumir muito, mas percebo também que quase não comprei nada nos últimos tempos.

Mas a busca pelo minimalismo envolve decisões que a gente toma todos os dias. Nesse último ano eu bolei um monte de técnicas e tive um tanto de ideias para lidar melhor com elas. Acho que é hora de dar uma revisada. Vou voltar a alguns assuntos e ver o tanto que eu evoluí (ou não). Espero que tenha boas surpresas.

8 comentários:

  1. Terminei de ler tudo!!! Oba!!! =}

    Obrigada, meninas! Eu nem sei bem quando foi que eu entrei nessa de minimalismo. Pq desde sempre eu tenho uma mania de tomar decisões, sair anunciando, e em pouco tempo mudar tudo. Então, quando eu conheci o minimalismo, eu pensei: "não vou assumir o rótulo nem vou me propor a nada. Vou fazendo as coisas que fazem sentido pra simplificar a minha vida, deixar rolar e ver o que acontece". (Bem anti Leo Babauta).

    Até que chegou um momento em que... Eu era. Um belo dia eu acordei e meu quarto estava organizado, sobrava espaço no meu guarda-roupas, minhas contas estavam em dia, e tudo o que eu fazia passava por uma reflexão no sentido de diminuir e simplificar (mesmo quando eu falhava).

    Aí resolvi assumir o rótulo (pra mim mesma, ainda não converso mto sobre isso com os outros "dando nome aos bois") e me dedicar de verdade a isso. Até pq eu tbm fiz uma opção de vida bem incomum e logo vai chegar a hora de dar o passo mais importante desse caminho, e, qdo essa hora chegar, ser uma pessoa craque no minimalismo vai tornar tudo mto mais fácil.

    Mas, é claro, o processo é contínuo e cheio de tentações. Como uma boa pessoa ansiosa, eu passo por muitas. O último mês foi um pouco tenso, e eu estava precisando de uma overdose de minimalismo pra me motivar a voltar pros eixos.

    Eu já conhecia o blog, e a minha frequência de leituras variava de acordo com a minha relação com a internet no momento. Decidi pegar pra ler do começo pra dar a mim mesma essa overdose da qual eu estava precisando.

    Valeu mto a pena, viu? Me ajudou a vencer tentações, a repensar processos, a enxergar outras áreas na minha vida que eu podia simplificar... Me ajudou tbm a me sentir menos sozinha, pq as pessoas mais minimalistas (ainda que eles não usem essa palavra) que eu tenho à minha volta são meninos. E, né, pôxa vida, meninas têm questões e cobranças diferentes...

    Foi mto bacana acompanhar esse processo de vocês até aqui. Teve um post em que a Fê falou que ela se sente ajudando o mundo, mesmo que seja como aquele passarinho que tentava apagar o incêndio levando água no bico. E vcs estão mesmo! O mundo precisa de bons exemplos, e vcs estão dando: de como cuidar melhor do planeta consumindo menos (ainda que esse não seja o objetivo principal, acaba sendo uma consequência), de como ser mais autoconfiante sem depender de tudo o que as pessoas dizem que a gente precisa (quanta gente tristinha pq não consegue corresponder aos padrões existe por aí!), de como correr atrás dos próprios sonhos (gente feliz cuida melhor dos outros)...

    Desejo tudo de bom pra vocês e muita força pra continuarem fazendo suas escolhas!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Thais!

      Muito obrigada pelas palavras e por todo o carinho. Adorei seus comentários nos posts antigos. Respondi todos, você viu?

      Eu também faço isso de ler um blog inteiro. Não todo blog, claro. Mas já fiz isso com vários. Hehe... Te entendo. Um desses que eu li inteiro, e que despertou o minimalismo em mim, foi o mnmlist.com.

      Você falou de escolhas incomuns e de tensão... Se quiser trocar ideias ou desabafar, pode me mandar um email: fernandamarinho@gmail.com.

      Um beijão!

      Excluir
  2. Céus. Vou começar a perseguir a meta do minimalismo nas palavras agora mesmo. Prometo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Por mim, não precisa se preocupar. Mas sei como é. Eu volta e meia escrevo um post que fica grandão. Aí eu volto tentando cortar algumas partes, com uma dor no coração...

      Excluir
  3. Oi! Meu blog fez um ano em Julho e, tal como tu, um ano foi suficiente para sentir muitas mudanças. Com ou sem certezas, no meu caso são certezas em cada parte fosse da casa ou de mim que eu investisse. Identifico-me imenso quando dizes que estás sempre jogando coisas fora, doando, destralhando... Tornou-se um vício para mim, e essas ideias e "técnicas" que fui adquirindo ao longo do ano estão tão naturais que já nem lembrava mais disso! :)
    Um ano dá para muita coisa mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá coisa demais sim!
      É um vício para mim também. Inclusive eu tento me controlar para ser minimalista no minimalismo também. Hehe...
      Parabéns para nós :)

      Excluir
  4. Fernanda, você não sabe o bem que estas fazendo em min ha pessoa!Estou mudando a minha maneira de ver a vida!!Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom! Que bom! Fico muuuito feliz em poder ajudar, Gisele! Espero que essa nova maneira esteja te fazendo bem :)

      Excluir