segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Aproveite a arte da sua cidade

Quando a gente viaja, sempre busca saber os museus mais famosos que têm na área para visitar. Às vezes, até nos dedicamos em excesso a esses programas. Mas eu tenho reparado que raras são as pessoas que lembram ou tomam a iniciativa de conhecer os museus (e os centros culturais) da própria cidade.

Já tem um tempo que venho pensando nisso e semana passada resolvi agir. Eu e meu namorado fomos à exposição "ELLES: Mulheres artistas na coleção do Centro Pompidou" no Centro Cultural do Banco do Brasil.


A entrada é gratuita e a exposição é bem interessante. Tem várias salas cheias de obras: pinturas, fotografias, vídeos e instalações.


De lá, fomos caminhando para o Palácio das Artes, onde vimos a exposição "A Magia de Escher". A entrada também é gratuita.

Já tinha visto fotos das gravuras do Escher, mas a experiência de vê-las ali ao vivo é muito mais legal. Além do que, essa mostra tem várias instalações que brincam com a nossa percepção do espaço. O pessoal se diverte. Estava lotada.


Aproveitei o passeio, a companhia do namorado e muita arte. Tudo isso gastando míseros R$ 5,80 (das passagens de ônibus de ida e volta).

Foi uma experiência fantástica. Pretendo ficar mais atenta ao que acontece na minha cidade. Eu moro em Belo Horizonte há mais de 25 anos e confesso que nunca prestei muita atenção nessas coisas. Devo ter visitado só um museu ou outro pela escola, quando era criança.

É um programa dos mais baratos e divertidos que fiz nos últimos tempos. Recomendo não só essas exposições, mas que todo mundo procure descobrir os museus, os centros culturais e os diversos eventos artísticos gratuitos que às vezes estão logo ali do ladinho.

23 comentários:

  1. BH é cheia de encantos e recantos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro esta cidade. Mas pode procurar que cada uma tem os seus próprios encantos :)

      Excluir
  2. BH é uma cidade tão linda. Cheia de cafés charmosos, restaurantes legais, espaços culturais bacanas... Isso sem falar nos mineiros, já conheci muita gente legal por aí ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. BH é linda mesmo. Acho que a gente tem que procurar conhecer e curtir as coisas boas do lugar onde a gente mora, não é?

      Excluir
  3. Saudades da minha cidade.... Minha mãe foi nessa exposição também e adorou. Aliás, gostei demais das mudanças que estão fazendo na Praçada Liberdade. Adoro o planetário! E o privilégio de morar há menos de q hora do Inhotim? Eu bem que queria...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Praça da Liberdade está ficando legal mesmo... Cheia de coisas interessantes ao redor. E adoro a praça em sim. Faz super parte da minha vida. Quando eu era criança, ia andar de patins lá com meus primos. Adolescente, eu ia estudar nos seus bancos a tarde (eu estudava no Colégio Santo Antônio, ali pertinho). Ainda não conheço o planetário. Vou colocar na lista pra visitar. Hehe... Já resolveu se vai vir aqui mesmo? Não esquece de me avisar pra gente combinar de encontrar. A Lud vai vir pra cá no fim do ano. Quem sabe não encontramos nós 3?
      Beijo!

      Excluir
    2. Agora eu devo ir só pro Natal ou ano novo. Podemos nos encontrar todas, seria ótimo! Aviso mais na época, ok? Bjo! Ah, não deixe de ver um dos filmes no planetário e ir no "elevador" da mina de minério. Bjos!

      Excluir
    3. É quando a Lud vem também! Avisa sim. Beijo!

      Excluir
  4. Puxa, eu adoraria ver essa exposição do Escher!

    Sempre tive a sensação de que eu "subaproveitava" São Paulo (até pq ñ gosto daqui). Mas isso ficou mto claro no último mês de julho, qdo eu ajudei a receber um montão de turistas. Acabaram me colocando como cicerone de um grupo de italianos, e eu descobri coisas bacanas da minha cidade JUNTO com eles. Coisas que eu nunca tinha visto ou aproveitado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São Paulo tem muuuita coisa mesmo. Mas é tanta coisa, e tanto trânsito e correria que paralisa um pouco a gente, não é? Foi a sensação que me deu quando fui de visita à cidade.

      Eu também passei por isso. Uns 10 anos atrás, recebi um amigo do Rio aqui e foi a primeira vez que fui à igrejinha da Pampulha. Acredita? Agora eu corro lá com frequência. Privilégio, viu?

      Aproveita a cidade enquanto é tempo ;)

      Excluir
    2. É! A cidade já é grande, e com o caos do trânsito, parece que tudo fica mais longe ainda.

      Vou tentar aproveitar, mas acho que vou conhecer mais São Paulo no tempo em que eu voltar pra cá de férias, rs... =)

      Excluir
  5. Eu sou do Rj e amo esse tipo de passeio!! Aliás adoro coisas baratas e boas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehe... Eu também. No Rio deve ter até mais opção do que aqui. Aproveite ;)

      Excluir
  6. Fernanda. também sou de BH, e adorei seu blog. Penso como voce em quase tudo, mas as palavras nao saem da minha boca assim tao facilmente .Vivi em BH durante 36 anos, e hoje vivo na Suiça, so aqui compreendi que preciso de muito pouco para ser feliz, exatamente nesse pais onde o dinheiro fala mais alto que tudo. Paradoxal ou nao, o fato é que agora que tenho "tudo", sinto falta do"pouco" que tinha ai. Esse pouco significa tudo para mim. Continue com seu blog mininalista, adoro!!!! Bisous.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Que bom que você gosta do blog. Fico super feliz :)
      Talvez tenha sido justamente a diferença da vida aí que tenha te despertado para isso, não? O importante é que agora você sabe o que é importante para você, e pode ir atrás disso. E aproveite o que tem de bom na Suíça, que não deve ser pouco. Beijo!

      Excluir
  7. Amo o CCBB! Em outras épocas, passava por ele pelo menos uma vez por mês... a correria dos últimos anos me deixou meio afastada, mas sempre fico de olho na programação. Vi essa exposição do Escher lá e fiquei maravilhada. Agora, estão com uma mostra de pintores renascentistas que não vou perder.

    Eu tento fazer turismo em Brasília, mas a preguiça de sair de carro nos fins-de-semana tem me vencido... também acho que faltam informações mais claras sobre horários de visitação, visitas guiadas etc. Isso desanima um pouco.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A exposição do Escher é muito legal, não é?

      Brasília tem esse problema de exigir carro mesmo. É uma pena... Eu tenho muita preguiça de pegar carro, enfrentar trânsito, depois ter aquela luta para estacionar, flanelinha, essas coisas. Por isso escolhi ir de ônibus. Hehe... Mas eu tenho sorte. Moro em uma região que tem muito ônibus.

      Falta informação mesmo. Eu também sinto falta. Fico sabendo de pouca coisa que acontece. Agora estou buscando algum site que centralize essas coisas. Vamos ver...

      Excluir
  8. Esses dias fiz o mesmo que você...fui visitar um museu muito interessante da minha cidade, eu nunca tinha ido lá! É sempre bom quando passamos a valorizar esses locais da nossa região!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom mesmo. Vou tentar fazer isso com mais frequência :)

      Excluir
  9. Tenho feito isso, tantas coisas na própria cidade, e quando vamos para a terra dos outros visitamos.... ttem muita cultura na cidade também, é só observar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Toda cidade tem. É só a gente não esquecer de olhar na nossa própria, um erro que eu cometi durante minha vida toda e que vejo muita gente cometer também.

      Excluir