segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Pessoas de muito sucesso e guarda-roupa reduzido

Diz a lenda que Einstein tinha 5 ternos iguais no armário, um para cada dia da semana. Quando perguntaram a ele a razão, Einstein respondeu que não queria gastar tutano com decisões sem importância.

Ok, nós não somos físicos mundialmente reconhecidos e/ou professores universitários com estabilidade no emprego. Mas eu acho que a ideia tem seus méritos. E não sou só eu. Olha só esse povo aqui:

Moço do iPhone (Steve Jobs)

Mocinho do Facebook (Mark Zukerberg)
Ah, mas é a turma da tecnologia, você dirá. Olha, nem é:

Moça da Avon (Andrea Jung, diretora)
Moço do Project Runaway (Michael Kors, designer)
Moço de American Idol (Simon Cowell, mau-humorado profissional)
Moral da história: se esse povo usa um guarda-roupa minimalista, quem são os seus colegas de trabalho (ou sua mãe) para reclamar que você não tem variedade no armário?

Fotos daqui.

12 comentários:

  1. Adorei o post. EStava conversando sobre isso com minha mãe esses dias. Sempre existe uma roupa na qual a gente se sente melhor, a gente se sente "mais a gente mesmo" , e mesmo que a gente mude de estilo, seja para variar, seja porque os outros "pedem", no final a gente volta pro nosso "uniforme" , porque não se sente confortável em outros estilos. Acho muito válido encontrarmos o que nos agrada e não perder mais tempo tentando ser algo diferente,sendo que no final nós sempre voltamos para onde nos sentimos mais "nós".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Carol. Essa imposição de variar (que é invenção da publicidade, pra vender, né?) é que às vezes confunde a gente!
      Beijos

      Excluir
  2. Lud,

    Adorei o post! As vezes penso como o Einstein, que não queria perder tempo com essas coisas pequenas como se vestir, rs.
    Você pode incluir na sua lista a Emmanuelle Alt, editora da Vogue Paris. A Thereza Chammas do Fashionismo fez um post sobre o estilo dela esses dias (http://www.fashionismo.com.br/2012/10/gosto-de-gente-basica/), que é básico (pros padrões né, rs), apesar dela ser quem é.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camilla,
      ótima sugestão para a lista! Também pensei no Karl Lagerfeld, mas ele é bem personagem, né? rs.
      Bejos!

      Excluir
  3. Eu tenho feito uma listinha (bem reduzida é claro) daqueles modelos de roupa que eu realmente gosto e me sinto muito confortável quando estou usando. Percebi que realmente acabo usando apenas os 20% do meu guarda-roupas com frequência. Cada vez que faço aquela limpeza de fim de ano (não necessariamente no fim do ano ehehe) continuo sem sentir falta de nenhuma peça e este ano por ex. eu adquiri menos de 5 peças novas, contra muuuitas que já foram retiradas. O mesmo acontece com os calçados. E essa história de enjoar do modelito é realmente para os fracos, como vimos nos exemplos néan? rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MS, muito bom! Outra coisa que eu gosto de fazer consertar/reformar minhas roupas e sapatos preferidos. Não é sempre que funciona, mas quando dá certo, é uma alegria!
      Beijos!

      Excluir
  4. Adoreeeeei o post, Lud! Inspirador e divertido :)
    Sábado eu vou a um casamento tentando pela primeira vez ser minimalista. Wish me luck.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Fê! Depois conta como foi?
      Beijos!

      Excluir
  5. Lud, eu praticamente só uso vestidos soltos na altura dos joelhos, sapatos baixos e blazer. No inverno uso essa mesma combinação com meia calça grossa e o eventual sobretudo (no lugar do blazer). Realmente chega a ser tão marcante essa minha escolha que as pessoas já me perguntaram o que tenho contra calças (nada).

    Mesmo em anos que meu estilo mudou muito, a mudança consistiu em eu passar a usar calças e blusas sempre em duas ou três cores que me agradam. Os sapatos continuaram sendo baixos ou com saltos pequenos e quase sempre por cima de tudo isso ia um blazer...

    Por incrível qua pareça, as pessoas tem essa ideia sobre mim de acordo com a qual devo gastar muito dinheiro pra me vestir ou ter muitas roupas. Na verdade eu vario muito os colares, que adoro, mas fora isso até os brincos são sempre variações do mesmo tema.

    Eu acho que conseguiria passar um ano somente com 5 vestidos, 2 modelos de blazer, 1 sobretudo básico, 2 calças de qualidade e umas 5 blusas básicas de qualidade. 1 sandália básica, 3 pares de sapatilhas (preto, marrom e uma diferente), uma bota preta e um tênis dariam conta de me calçar. Bem, são ideias para um possível projeto 333.... rsrsrsr

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marina, as pessoas também me perguntam o que eu tenho contra saias (nada). E não interessante que o povo ache que você gaste uma grana pra se vestir?
      Beijos!

      Excluir
  6. Ninguém pensa na Mônica sem seu vestidinho vermelho. A roupa tem que agradar a quem a veste. Muito bom!

    ResponderExcluir